Sensorial Discos + Jack White + Neil Young + Courtney Barnett

Vinil & cerveja

O Sensorial Discos é um dos meus lugares preferidos aqui em Sampa, e o motivo é bem simples: cervejas de todos os tipos e discos de vinil. Semana passada, depois de um tempão, voltei lá e foi impossível sair de mão vazias, e sem experimentar uma cerveja diferente. Pra beber estava a fim de uma IPA, então topei a indicação do pessoal da casa e conheci a Tommy Gun, da Cervejaria Backer, de Minas Gerais. Bem amarga, do jeito que eu gosto. Agora vamos falar das delícias que eu pesquei das bancadas de discos. Não saiam daí.


‘Rock n’ Roll will never die’

courtney_pink

Minha coleção de discos do velho Neil Young ficou mais completa. Estava há um tempo atrás da reedição do clássico Tonight’s the Night, da coleção ‘Neil Young Archives’, e achei. Outra belezura, com direito a vinil cor de rosa, foi o álbum Sometimes I Sit and Think, and Sometimes I Just Sit, da australiana Courtney Barnett. Um dos meus achados musicais do ano, que descobri despretensiosamente enquanto assistia ao Grammy, certamente é o disco que mais ouvi em 2016, e foi bom demais encontrá-lo em vinil. Barnett vem ao Brasil mês que vem, para o Popload Festival, e eu e a Marina já estamos com os ingressos garantidos.


‘I love Jack White like a little brother’

Jack White é prata da casa. Simplesmente inesquecível assisti-lo no Fenway Park, em Boston, em 2014, e no ano seguinte repetir a dose aqui mesmo, no Lollapalooza. Sua gravadora, a ‘Third Man Records’, e o programa de fidelidade com ofertas exclusivas de gravações raras e memorabilia da mais variada, podem ser sua ruína financeira se você não se cuidar. O lançamento mais recente de White é uma compilação de gravações acústicas, Jack White Acoustic Recordings. Em vinil duplo com 25 faixas, algumas das gravações já tinham saído nos álbuns do White Stripes, dos Raconteurs, ou nos seus discos solo.

É muito bacana ter todo esse material reunido num registro só, e o destaque mesmo fica para alguns lados B de singles variados, mixagens alternativas e canções que já tinham sido lançadas esparsamente. Não sei se vocês lembram, mas White fez uma ponta como o personagem Georgia, no filme Cold Mountain. Sua canção ‘Never far away’, composta para a trilha sonora, está na coleção, bem como ‘Love is the truth’, escrita para um comercial da Coca-Cola. O encarte da edição vem com todas as letras das canções e fotos lindas em preto e branco, além de um prefácio do jornalista Greil Marcus, um dos críticos de música mais respeitados dos Estados Unidos.


Sensorial Discos

sensorial_discos

Quem já passou dos 30 e muitos, como eu, deve lembrar daquelas propagandas da tal Berta Brasil Boutique, no SBT: “Vindo a Nova Iorque não deixe de visitar…”. Pois vindo a São Paulo não deixem de visitar o Sensorial Discos. O ambiente é delicioso, a cerveja é boa e tem discos pra todos os gostos de quem curte música boa em alta fidelidade. Nessa última visita ainda bati um papo do bom com o Lucio Fonseca, que comanda o local. Nos finais de semana tem música ao vivo, gente bacana mostrando trabalhos autorais. O Sensorial fica na Rua Augusta, 2389, sentido Jardins, e está aberto de segunda a sábado, a partir das 11:30h. Às segundas e terças vai até as 20:30h, e de quarta a sábado, até as 00:30h. Vale demais a visita.


E vocês? Algum amante de vinil e cerveja com discas bacanas? Escrevam aí nos comentários pra gente conhecer! Um abraço e até a próxima.

The following two tabs change content below.

Igor Oliveira

Pai orgulhoso, nerd fervoroso, cosmopolita convicto. Com três anos de idade passava o dia trocando aquelas fantasias antigas de super-heróis. Hoje, aos 38, é pai do Pedro e namorado da Marina. Coordenou o projeto Geek.Etc.Br na Livraria Cultura e estreou como roteirista de quadrinhos no final de 2016, no projeto Pátria Armada - Visões de Guerra.
  • Berta

    Cara, eu que não compro disco físico há anos, sempre me pego vendo o site da Third Man e babando com o que eles colocam nas caixas por assinatura. A edição com o show do White Stripes em Manaus + extras é linda de morrer.

    • Igor Oliveira

      É uma tentação mesmo. Ganhei dois períodos de assinatura da minha namorada no meu aniversário do ano passado, mas como o dólar aumentou muito suspendi quando chegou a hora de colocar meu cartão de crédito 😛 Se a situação melhorar eu topo reativar a assinatura.

      Obrigado pelo comentário. Abraço.

  • Não vejo a hora de conhecer essa loja.