Mundo Gonzo #3: Bátima, Peter Pan e Constantine

Bem vindo ao meu mundo!

Depois de uma semana em que a Marvel decidiu mostrar para DC como se faz um anúncio de filmes, voltamos à programação normal. Enquanto isso, vou escutando um show do Paul McCartney na TV,  de 1979, e me preparando para o que ele vai fazer semana que vem, aqui no Rio. Ah, essa vida de nerd beatlemaníaco.

A SÉRIE DO “BÁTIMA” À VENDA

A vida é boa, finalmente terei a série clássica do Batman, aquela de 1966, completa e oficial. Vou compra o box em Blu-ray! Mas como dizem: só que não, né? Box lindo, com 18 DVDs. Isso mesmo, DVDs. Onde estão os Blu-rays? Não tem, amigo!  AWarner  decidiu trazer para o Brasil a série, mas só em DVD. Por que  esses malditos fizeram isso? Só imagino que seja custo, mas como já se fabricam os discos no Brasil em larga escala, isso não deve ser problema. Raiva maldita, a série foi toda restaurada, 1080p de resolução e estamos privados de curtir tudo no seu esplendor! Parabéns aos envolvidos! Zap, paft, zum na nossa cara.

Olha o trabalho de restauração!

Ao menos a  versão brasileira vai ter o livro/guia de 32 páginas dos episódios, com fotos e uma carta de Adam West para os fãs. Extras com mais de 4 horas de conteúdo inédito, incluindo documentários e entrevistas.

Batman: A Série Completa da Televisão chegará às lojas brasileiras em 20 de novembro.

Assim, só importando.

Assim, só importando.

Ah, a caixa com o Batmóvel, os cards e o livro do Adam West também não vem para o Brasil.

PETER PAN ROCK AND ROLL

Sabem quando dizem pra você que algo é bom e daí sempre se dá o ombro para o assunto? Pois é, eu fiz isso por muito tempo com o Peter Pan do francês Régis Loisel (Editora Nemo).  Sejamos honestos, existem os filmes da Disney (a animação clássica) e aquele com um Robin Williams barrigudo e de colant. Estava bom assim pra mim. Mas aí decidi ler as três edições encadernadas da Nemo. Não resisto a um formato europeu de luxo. Daí você abre a revista e volta à Londres no fim do século 19, suja, cheia prostituição e um jovem garoto perambulando no meio disso tudo. Uma nova abordagem para um conto infantil. A melhor comparação que achei é que é puro rock and roll. Nada de história bobinha, aqui o papo é reto e para adultos. O traço do Loisel é espetacular, a visão que ele deu aos personagens, a forma como ele mostra a origem de um universo já conhecido é de fazer babar. Devorei os três encadernados em poucas horas, e o melhor, é bom do inicio ao fim.  Uma boa leitura pra quem quer ver o lado mais negro de um conto infantil. Procure nas lojas, vire e mexe tem em promoção em algum site.

Peter e Sininho modo Rock and Roll!

Peter e Sininho modo Rock and Roll!

Peter o contador de histórias.

Peter o contador de histórias.

Um Peter que vai virar Pan.

Um Peter que vai virar Pan.

Volume 1

Volume 1

Volume 2

Volume 2

Volume 3

Volume 3

Um Gancho.

Um Gancho.

CONSTANTINE É UMA BOA

Eu não assisti ainda as séries da WB (Gotham e Flash), mas fui com a cara e coragem assistir a dois episódios da série. E não é que eu curti? Vi o piloto onde é mostrado que John Constantine decidiu deixar sua vida de mestre do oculto (quanta pompa com um nome) e caçador de demônios para trás depois que ele fez alguma burrada num caso, em Newcastle. Gostei da fotografia e tals. Me irritou o fato de não mostrarem ele fumar. Esse mundo politicamente correto é chato demais.  Caramba, existe um motivo para ele fumar, mas beleza, isso é uma reclamação de nerd chato que sou. Daí vi o segundo episódio, aquele esquema de monstro da semana, mas mesmo assim eu gostei.  Agora espero pelo terceiro episódio onde o Papa Meia-Noite vai aparecer, daí sim vamos ver como a série vai ficar com um vilão das HQs de Hellblazer. O seriando passa aqui no Brasil no canal Space.

...mas tem quem não gostou.

…mas tem gente que não gostou.

The following two tabs change content below.

Cassiano Pinheiro

Criador do Mundo Gonzo, Jornalista, apaixonado pelo mundo das HQ's e outras nerdices. Jogando na mega-sena para ficar rico e custear meus gastos em HQs. Desenhista, beatlemaníaco e louco por uma boa cerveja.